Biomassa

Resíduo para alguns, Energia para nós

A ComBio utiliza biomassas de origem comprovadamente legal e que na maioria
das vezes geram graves problemas ambientais quando não destinadas corretamente.
O que antes era um passivo ambiental para as empresas, hoje é o nosso combustível.

Conheça melhor alguns dos tipos de biomassa que utilizamos:

Cavaco de Madeira

Cavaco é o termo utilizado para caracterizar os pedaços de madeira (chips) oriundos de um processo de trituração. Proveniente, na maioria das vezes do eucalipto e do pinus, este cavaco é gerado em serrarias a partir da sobra das costaneiras de troncos. Atualmente, o Estado de SP contribui de forma relevante para o desenvolvimento deste mercado.

Resíduo Florestal

O over size, como o chamamos, é composto por tudo aquilo que é descartado no processo de colheita do eucalipto. Este resíduo, dispensado pelas máquinas colheitadeiras,  é deixado no solo dificultando o replantio. Em nossa operação de Capão Bonito este material é recolhido, triturado e transportado para nossas caldeiras mais próximas.

Casca de Arroz

Para os engenhos arrozeiros a destinação adequada da casca de arroz é sinônimo de custo. Na unidade do Estado do Rio Grande do Sul, nós fazemos a logística reversa deste material: captamos sem custo o descarte da empresa geradora e transformamos em energia o que antes era um passivo ambiental para este segmento.

Caroço de Açaí

Um grande problema ambiental no Estado do Pará é o assoreamento dos rios em virtude do descarte indevido do caroço do Açaí. A partir de 2014 a Combio faz a coleta de grande parte do resíduo gerado na região do município de Barcarena, mitigando a sua destinação indevida e o transformando em biocombustível.

Cavaco Reciclado

Este tipo de cavaco é produzido a partir da logística reversa do descarte de algumas indústrias, como por exemplo montadoras, que recebem suas peças em caixas ou palets de madeira. Todo este material é separado e captado por empresas de reciclagem de madeira, onde é transformado em cavaco.

Pó de Serra

O Pó de Serra é o material residual das máquinas das serrarias, também chamado de finos. É um material utilizado comumente em aviários para fazer a cama das aves, sendo de difícil queima em caldeiras. Como nossos equipamentos são preparados para queimar muitos tipos de material, podemos usar os finos em conjunto com outras biomassas.